Archive

Archive for the ‘Ferramentas’ Category

Instalando o Windows Server 2008 pela unidade USB

Visão Geral: Nesse tutorial iremos ver como criar uma unidade USB bootável para instalação do Windows Server 2008. Esse procedimento pode ser usado para gerar unidades de boot do Windows Server 2008, Windows Server 2008 R2 e Windows 7. 

Material Necessário:

  • Estação Windows Vista, Windows 7 ou Windows 2008/ 2008 R2
  • Dispositivo USB que pode ser um pendrive ou HD Externo
  • Imagem ISO montada ou DVD do Windows 2008

 

1. Abra o prompt de comando em modo administrador

2. Insira a mídia do Windows no drive ou monte uma imagem ISO através do Daemon Tools

3. Digite os comandos abaixo

C:\> diskpart
DISKPART> list disk
DISKPART> select disk 2 (o número do disco deve corresponder com o da unidade USB puglada na máquina. Nesse exemplo é o disk 2) no gerenciador de disco do Windows é possível saber qual é a unidade USB, veja a figura abaixo.

 

image

DISKPART> clean
DISKPART> create partition primary
DISKPART> select partition 1
DISKPART> active
DISKPART> format fs=fat32
DISKPART> assign
DISKPART> exit
xcopy F:\*.* /s/e/f I:\
onde F:\ é a unidade que contém o DVD do Windows 2008 e I:\ a unidade USB

 

 

Conclusão: Com esse tutorial vimos como criar uma unidade USB bootável do Windows Server 2008.

 

Daniel Santos – MVP Small Business
twitter: http://www.twitter.com/danielsantos_ti
www.dacnetwork.com.br

Como Indentificar Processos, Serviços ou Aplicações que estão Trabalhando numa determinada Porta do Windows

 

Visão Geral: Nesse tutorial iremos ver como identificar quais aplicações, processos ou serviços que estão trabalhando numa determinada porta do Windows. Nesse exemplo utilizaremos a Porta 51671

 

1. Abra o prompt de comando clicando em Iniciar – Executar e Digite CMD e pressione Enter

 

image

 

2. Digite esse comando: netstat -o -n –a

image

Na figura acima é mostrado todas as conexões e portas de escuta e o identificador do processo chamado PID

 

3. Agora digite o seguinte comando para saber quais aplicações estão trabalhando na porta 51671:
netstat -o -n -a | findstr 0.160:51671

.:. 0.160  são os dois números finais do IP 192.168.0.160 e 51671 é a porta

image

Com o comando acima vimos que temos apenas uma aplicação trabalhando na porta 51671 cujo PID é 3152. O próximo passo é verificar qual processo está relacionado a esse PID.

 

3. Abra o Gerenciador de Tarefas clicando em Iniciar – Executar e digite taskmgr e pressione Enter

 

4. Com o Gerenciador aberto clique em Exibir – Selecionar Colunas e marque a coluna Identificador de processo (PID) e clique em OK

 

image

Com isso conseguimos identificar que o PID 3152 se refere ao programa Skype coforme mostrado na figura acima.

 

Nota: Esse procedimento é muito útil para diagnóstico de aplicações que conflitam quando utilizam a mesma porta e param de funcionar.

 

Daniel Santos – MVP Small Business
twitter: http://www.twitter.com/danielsantos_ti
http://www.dacnetwork.com.br

Qual a Melhor Forma de Realizar Backup?

 

Por Eduardo Pereira
Fonte: http://www.vivenciaemtecnologia.com/backup/

Qual é o melhor backup a ser feito para a empresa e no qual terei mais segurança? Neste tópico, darei apenas uma dica devido à minha experiência neste item tão importante para qualquer pessoa.

Backup incremental captura todos os dados que foram alterados desde o backup total ou incremental mais recente. Você deve usar uma fita de backup total (não importa há quanto tempo ela tenha sido criada) e todos os conjuntos de backups incrementais subseqüentes para restaurar um servidor. Um backup incremental marca todos os arquivos como tendo sido submetidos ao backup; ou seja, o atributo de arquivamento é desmarcado ou redefinido. Caso você opte por esta opção, apenas tome cuidado com a fita em que estará o backup total. Caso ela venha a dar problemas, o seu backup anterior poderá estar comprometido. A restauração de dados é mais complexa e demanda tempo, mas o backup tem a vantagem de ser rápido.

Backup diferencial captura os dados que foram alterados desde o último backup total. Você precisa de uma fita de backup total e da fita diferencial mais recente para executar uma restauração completa do sistema. Ele não marca os arquivos como tendo sido submetidos ao backup (ou seja, o atributo de arquivamento não é desmarcado). Tem como desvantagem o volume, mas sua restauração é muito rápida. Também esbarramos no mesmo problema do backup incremental: a fita do backup total deve estar em boas condições, caso contrário o seu backup estará comprometido.

Backup completo ou backup total captura todos os dados. Sua vantagem é a segurança, pois todas as fitas são um backup completo do seu sistema a desvantagem é o tempo, que é muito longo.

Vimos aqui que todos os backups dependem do backup total. A minha dica para o seu conforto é que você faça um backup total durante uma semana. Faça uma rotina para que pelo menos o backup total seja feito 2 (duas) vezes por semana e o restante dos dias pode ser incremental ou diferencial.

Mais uma dica: guarde sempre uma fita mensal do seu backup (Backup total) por questões de segurança

 

Daniel Santos – MVP Small Business
twitter: www.twitter.com/danielsantos_ti
www.dacnetwork.com.br

Categorias:Ferramentas

Melhore o Desempenho do seu Computador

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/central_de_videos/pc-lento-nunca-mais

Links:


Revo Unnistaller
CCleaner
IObit SmartDefrag
BurnInTest
Startup Delayer
Quando formatar seu HD?

Nem todo mundo tem dinheiro para comprar um novo computador a cada dois ou três anos. Mas, o fato do seu PC não fazer mais parte do topo da cadeia não quer dizer que ele precise ficar jogado no canto, juntando poeira. Com algumas dicas e softwares específicos, é possível incrementar performance e fazer com que ele trabalhe melhor.
As primeiras dicas são óbvias, e a principal delas é a manutenção. Se você não costuma cuidar muito bem da máquina, é bom formatá-la e instalar o Windows novamente, do zero. No olhardigital.com.br, você assiste a uma matéria, ensinando como fazer isso. Depois de formatado, deixe sempre um anti-spyware ativado para evitar que programas maliciosos infectem a sua máquina. No olhardigital.com.br, a gente te dá links para baixar dois desses programas, gratuitamente.
Agora que seu computador está livre de qualquer praga, é hora de fazer uma faxina no equipamento. Todas as vezes que você instala um software qualquer, algumas informações são adicionadas nas pastas comuns do Windows. Com o tempo, muito lixo vai sendo acumulado ali, mesmo que você não tenha conhecimento dele. Além de ocupar espaço, esses dados afetam a velocidade da sua máquina. Para mandar tudo isso para a lixeira de vez, existe um programa chamado Revo Uninstaller. Basta executá-lo e pront você já vai perceber um ganho de performance, de cara. Tem ainda outro programa, o CCleaner, que elimina programas e arquivos duplicados, e pra completar, é bom rodar também o Smart Defrag, que desfragmenta as informações do seu HD. É como se ele organizasse as gavetas do seu computador, fazendo com que ele encontre as informações mais facilmente.
Pronto. Agora que a casa está em ordem, que tal dar uma incrementada em seu sistema operacional? A primeira dica é ativar os updates automáticos do Windows. Isso faz com que todas as correções de bugs, atualizações de segurança e de software sejam adicionados ao seu sistema, sem que você nem mesmo se preocupe. Para fazer isso, clique em Iniciar, Painel de Controle, e depois no ícone Atualizações Automáticas. Aqui, selecione a opção “Automática”.
É lógico que, com o tempo, algumas peças começam a se desgastar. É o caso do HD, por exemplo. Para checar a integridade de todos os elementos do seu computador, existe este outro programinha, o Burn In Test Tool. A versão gratuita vale por 30 dias, e ele executa uma série de testes nas diversas peças da sua máquina.
Mais uma dica: já viu que, quanto mais programas são inicializados junto com o sistema operacional, mais ele demora, certo? Pois com este programa aqui, o StartUp Delayer, você consegue fazer com que estes programas sejam inicializados de uma forma diferenciada. Assim, o sistema operacional é liberado para o uso mais rapidamente, e os programas secundários vão sendo inicializados aos poucos, sem comprometer toda a capacidade do sistema. É como se ele organizasse uma fila para a inicialização, e só começasse a atender o próximo programa quando o primeiro já estivesse concluído.
Com essas dicas, pode ter certeza: o seu computador ganhará bastante performance. Os links para baixar esses programas estão disponíveis no início da matéria.

 

Daniel Santos – MVP Small Business
twitter: www.twitter.com/danielsantos_ti
www.dacnetwork.com.br

Categorias:Ferramentas

Synctoy: Corrigindo erro exception during preview, failed to create the provider

Visão Geral: Ao utilizar a ferramenta de Sincronismo da Microsoft Synctoy vc recebe a mensagem de erro acima e nada mais funciona. Você desinstala e reinstala e nada.Depois de quebrar a cabeça descobri a solução e vou mostrar como proceder.

  1. Abra o Painel de Controle e vá em Adicionar ou Remover Programas
  2. Faça a reparação dos componentes Microsoft Sync Framework Core Componentes e Microsoft Sync Framework Provider Services conforme figura:

    image

  3. Após isso a ferramente voltará a funcionar. Caso ainda tenha problemas faça a reparação do Microsoft SQL Server 2005 Compact Edition

 

Conclusão: Com esse tutorial vimos como corrigir um erro de funcionamento da ferramenta de sincronismo Synctoy

 

 

Daniel Santos – MVP Small Business Server
Twitter: www.twitter.com/danielsantos_ti
www.dacnetwork.com.br

Categorias:Ferramentas